Brasileiro elabora projeto que reduz quase 100% na conta de luz

Home  /  Blog  /  Brasileiro elabora projeto que reduz quase 100% na conta de luz

12 de julho de 2018, Publicado por , em Blog,

 

Já é possível reduzir a zero a conta de luz, sem fazer “gato” e ainda guardar o excedente.

Um eletrotécnico brasileiro “elaborou um projeto adaptado de um sistema de captação, geração e armazenagem de energia solar”, como disse em entrevista.

A energia gerada durante o dia é inserida na rede a energia, através de placas fotovoltaicas e o excedente gera um bônus, que o consumidor tem até três anos para consumir.

É o que se chama de geração de energia elétrica totalmente limpa, já que é gerada a partir do sol, fonte inesgotável e abundante de energia no Brasil.

 

Instalação

O projeto do eletrotécnico Alírio Macedo, de Chapadão do Sul, ganhou a chave de ouro na última sexta-feira, quando a equipe da Energisa, de Paranaíba (MS), fez a ligação da energia.

A companhia ligou o padrão do primeiro consumidor de Chapadão do Sul com inversor fotovotaico On-Gride.

No caso da casa de Alírio, o seu consumo médio mensal é de 104 Kwh e o seu On-Gride vai gerar 150 Kwh/mês.

Com esse excedente de 50Mwh/mês, Alírio disse que pretende melhorar a sua qualidade de vida e ainda gerar bônus para alguma eventualidade.

Assim ele terá a sua conta de energia zerada.

Passado o período de três anos do bônus, ele é zerado e um novo acúmulo é iniciado.

O gerador de energia também pode usar o bônus, do mesmo ponto gerador, para outros imóveis cadastrados na concessionária de energia local, ou até de outros estados, em seu CPF. A vida útil do sistema é de 25 a 30 anos e ele cobre os custos do projeto e implantação em 7 ou 8 anos, em média, disse o Eletrotécnico Alírio Macedo.

 

 

Última geração

Alírio conta que o seu aparelho conversor é de última geração.

Nele existe uma saída USB para computador, que quando conectado, passa todas as informações sobre a geração e consumo da energia.

Ele ainda é capaz de passar os dados através do Wi-Fi próprio.

Para a cidade de Chapadão do Sul o sistema é novidade, mas no campo, várias fazendas já implantaram o sistema e usam o bônus gerado.

Alírio lembra que há linhas de créditos nos bancos para a fazer, conduzir e instalar o On-Gride.

Tags ,,,,,,,,,,,,,,,,,,, ,

26 comentários até o momento

  1. Rogério Brasil Martins disse:

    Nessa crise que está o país,qualquer redução de custo é muito bem vinda.

  2. MARCOS disse:

    muito bom
    o governo deveria alavancar este projeto para se torna de fácil acesso

    ola voce faz este trabalho para a região (Espírito Santo ) EX PARA UMA MECÂNICA AUTOMOTIVA

  3. Vanda disse:

    Eu gostaria de saber valores e a instalação

  4. Ezequias disse:

    Bom dia ,gostaria de saber o custo de instalação e se é fácil de instalar?
    Grato

  5. JACIR JORGE disse:

    ORÇAMENTO

  6. AFRANIO FERREIRA FROES disse:

    como consigo comprar um equipamento desses ?

  7. Dalila Pires disse:

    Queria saber quanto custa

  8. Parabéns ao seu Alírio pelo Belo trabalho desenvolvido. Realmente como disse o Rogério qualquer economia é bem vinda.

  9. Valdemar Cavalcanti Da Silva disse:

    Uma dúvida, esse equipamento consegue operar equipamentos com resistência, como chuveiro, secador e aquecedor?

  10. Augusto Antonio da Silveira disse:

    Excelentes

  11. Tatiane disse:

    Maravilhoso Parabéns !

  12. Maria Auxiliadora Brito Ferreira disse:

    É possível instalar esse aparelho em apartamentos?

  13. Lucas disse:

    Pena que o governo vai chegar e sumir com esse projeto !!! Uma invenção dessa daria menos impostos para as sangues sugas !!!

  14. Raquel reis disse:

    Gostaria de colocar na minha casa, como faço 11 993389819

  15. Quanto custa para colocar um projeto desses ? quantas placas para gerar esses 100kwh ? e qual o custo ?

  16. Robson disse:

    Quero por em casa quanto vou gastar?

  17. Sergio Candido Gomes disse:

    Mas qual o custo hoje pra instalar um sistema deste?

  18. Martins disse:

    Infelizmente isso ainda esta muito longe de ser realidade na vida de pessoas asalariadas, as companhias eletricas tem exigencias ferrenhas e as politicas do governo pelo menos por enquanto não favorecem o consumidor. Acredito que isso mudará com o novo presidente.

  19. Xisto disse:

    Qual o investimento necessário?

  20. Flavio Fontes Simões disse:

    Parabéns muito top mesmo.

  21. Daniel Miranda disse:

    Deve ser caro pra instalar em casa só rico compra mais quem precisa mais e os pobres então já está descartada a idéia pra pobre

  22. Edvandro Luiz Piovesana disse:

    Seria ótimo espaço eu tenho mas poucas condições financeiras e tudo precisa dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *